A B c D E F G H

Mulher filma funcionário de clube supostamente se masturbando e denuncia à PM em Uberlândia

Mulher filma funcionário de clube supostamente se masturbando e denuncia à PM em Uberlândia
Nenhum comentário.
Sócia chamou atenção do homem quando ele estava com a mão na calça; ocorrência foi registrada como atentado ao pudor. Responsável pelo Clube Tangará não estava disponível para falar com o G1. Sócia do clube publicou vídeo sobre o caso nas redes sociais Reprodução/Facebook A Polícia Militar (PM) registrou neste domingo (18) uma ocorrência de atentado ao pudor no Clube Tangará em Uberlândia. Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), um funcionário do estabelecimento foi flagrado se masturbando em um quiosque do clube. Por telefone, uma supervisora do clube informou ao G1 que os responsáveis para falar sobre o caso não estavam disponíveis. A denúncia de atentado ao pudor foi feita por uma sócia do Tangará, de 32 anos, que contou que as filhas de 7 e 12 anos passaram pelo quiosque, próximo ao parque infantil, viram o homem praticando o ato e acionaram a mãe. Ainda conforme o boletim de ocorrência, a mulher foi até o local gravando com uma câmera de celular e flagrou o funcionário de 55 anos - identificado como auxiliar de serviços gerais - com as mãos por dentro da calça. A PM informou que após a denúncia seguranças do Tangará procuraram o funcionário, no entanto até a publicação da matéria ele não foi localizado. Na filmagem homem aparece de costas mexendo na calça Reprodução/Facebook Repercussão nas redes sociais A sócia do clube, que realizou a denúncia, publicou no Facebook o vídeo onde flagra o funcionário sentado em uma cadeira no quiosque com as mãos na parte íntima. Ao ver que estava sendo filmado ele levantou e de costas fechou a calça. A divulgação em modo público repercutiu e até a publicação desta reportagem tinha mais de 6,7 mil compartilhamentos e 283 mil visualizações. O G1 ligou a para autora do vídeo que disse que vai consultar os advogados para autorizar ou não a divulgação do mesmo.

A Polícia Militar (PM) registrou neste domingo (18) uma ocorrência de atentado ao pudor no Clube Tangará em Uberlândia. Segundo o Boletim de Ocorrência (BO), um funcionário do estabelecimento foi flagrado se masturbando em um quiosque do clube.

Por telefone, uma supervisora do clube informou ao G1 que os responsáveis para falar sobre o caso não estavam disponíveis.

A denúncia de atentado ao pudor foi feita por uma sócia do Tangará, de 32 anos, que contou que as filhas de 7 e 12 anos passaram pelo quiosque, próximo ao parque infantil, viram o homem praticando o ato e acionaram a mãe.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, a mulher foi até o local gravando com uma câmera de celular e flagrou o funcionário de 55 anos - identificado como auxiliar de serviços gerais - com as mãos por dentro da calça.

A PM informou que após a denúncia seguranças do Tangará procuraram o funcionário, no entanto até a publicação da matéria ele não foi localizado.

Na filmagem homem aparece de costas mexendo na calça (Foto: Reprodução/Facebook)

Repercussão nas redes sociais

A sócia do clube, que realizou a denúncia, publicou no Facebook o vídeo onde flagra o funcionário sentado em uma cadeira no quiosque com as mãos na parte íntima. Ao ver que estava sendo filmado ele levantou e de costas fechou a calça.

A divulgação em modo público repercutiu e até a publicação desta reportagem tinha mais de 6,7 mil compartilhamentos e 283 mil visualizações. O G1 ligou a para autora do vídeo que disse que vai consultar os advogados para autorizar ou não a divulgação do mesmo.

Uberlândia

Fonte:G1

TAGS

COMENTÁRIOS(0)

*Obs:Os comentários são de inteira reponsabilidade dos usuários, de acordo com os Termos de Uso.

ENCONTRE-NOS:+