A B c D E F G H

Em ano de catástrofes naturais, Japão se prepara para chegada de 13° tufão

Em ano de catástrofes naturais, Japão se prepara para chegada de 13° tufão
Nenhum comentário.
Um forte tufão se encontra a caminho nesta quarta-feira (8) do leste do Japão, trazendo fortes chuvas e ventos que podem atrapalhar bastante o transporte na área de Tóquio, de acordo com as autoridades japonesas. Japoneses lutam com a sombrinha na rua durante vendaval provocado pela chegada do tufão Shanshan em Tóquio, na quarta-feira (8) Reuters/Toru Hanai Um forte tufão se encontra a caminho nesta quarta-feira (8) do leste do Japão, trazendo fortes chuvas e ventos que podem atrapalhar bastante o transporte na área de Tóquio, de acordo com as autoridades japonesas. Espera-se que Shanshan, o 13º ciclone da temporada de tempestades na Ásia, deveria chegar por volta da meia-noite, hora local (9h de Brasília), a cerca de 150 km de Tóquio, com rajadas de 180 km/hora. Ele deverá contornar a costa leste, não muito longe da capital, antes de se dirigir para o nordeste na madrugada de quinta-feira (9), de acordo com a agência meteorológica nacional. "Fiquem atento aos riscos de enchentes, deslizamentos de terra, ventos fortes e ondas altas", insistiu a agência japonesa, pedindo que os moradores sigam as instruções de evacuação das autoridades. Municípios da província de Chiba chegaram a solicitar aos residentes que estivessem prontos para o caso de terem que ser evacuados. Os trabalhadores da capital e áreas vizinhas são encorajados a voltar mais cedo para casa na noite de quarta-feira, e as companhias ferroviárias alertam sobre o risco de atrasos nos trens. As companhias aéreas decidiram cancelar voos domésticos e internacionais. O histórico do Japão e catástrofes naturais O Japão sofre com tufões todos os anos, às vezes fatais, mas em 2018, a chegada desses distúrbios faz parte de um contexto excepcional. Apenas um mês atrás, chuvas recordes no sudoeste causaram inundações e deslizamentos de terra monstruosos, que mataram cerca de 220 pessoas. Na sequência, uma onda de calor sufocante atingiu o Japão em julho deste ano, matando um total de 119 pessoas, enquanto outras 49 mil tiveram que ser hospitalizadas.

Um forte tufão se encontra a caminho nesta quarta-feira (8) do leste do Japão, trazendo fortes chuvas e ventos que podem atrapalhar bastante o transporte na área de Tóquio, de acordo com as autoridades japonesas.

Espera-se que Shanshan, o 13º ciclone da temporada de tempestades na Ásia, deveria chegar por volta da meia-noite, hora local (9h de Brasília), a cerca de 150 km de Tóquio, com rajadas de 180 km/hora. Ele deverá contornar a costa leste, não muito longe da capital, antes de se dirigir para o nordeste na madrugada de quinta-feira (9), de acordo com a agência meteorológica nacional.

"Fiquem atento aos riscos de enchentes, deslizamentos de terra, ventos fortes e ondas altas", insistiu a agência japonesa, pedindo que os moradores sigam as instruções de evacuação das autoridades. Municípios da província de Chiba chegaram a solicitar aos residentes que estivessem prontos para o caso de terem que ser evacuados.

Os trabalhadores da capital e áreas vizinhas são encorajados a voltar mais cedo para casa na noite de quarta-feira, e as companhias ferroviárias alertam sobre o risco de atrasos nos trens. As companhias aéreas decidiram cancelar voos domésticos e internacionais.

O histórico do Japão e catástrofes naturais

O Japão sofre com tufões todos os anos, às vezes fatais, mas em 2018, a chegada desses distúrbios faz parte de um contexto excepcional. Apenas um mês atrás, chuvas recordes no sudoeste causaram inundações e deslizamentos de terra monstruosos, que mataram cerca de 220 pessoas.

Na sequência, uma onda de calor sufocante atingiu o Japão em julho deste ano, matando um total de 119 pessoas, enquanto outras 49 mil tiveram que ser hospitalizadas.

Japão Tóquio

Fonte:G1

TAGS

COMENTÁRIOS(0)

*Obs:Os comentários são de inteira reponsabilidade dos usuários, de acordo com os Termos de Uso.

ENCONTRE-NOS:+