A B c D E F G H

Países do G20 concordam em reformar a OMC, dizem autoridades europeias

Países do G20 concordam em reformar a OMC, dizem autoridades europeias
9 
Texto sobre comércio multilateral é ponto de discórdia com os Estados Unidos

Autoridades europeias disseram que as nações do G20 concordaram em reformar a Organização Mundial do Comércio (OMC) em um rascunho preliminar do comunicado que será divulgado no final da reunião de dois dias do bloco, neste sábado (1).

Uma autoridade da União Europeia falou sobre a linguagem que está sendo usada nas negociações, e afirmou que líderes apoiam as reformas necessárias para melhorar a OMC.

Quem é quem na cúpula do G20

O texto sobre comércio multilateral tem sido um ponto de discórdia com os Estados Unidos, que insistem em defender que o comunicado diga que o sistema comercial multilateral não está funcionando, acrescentou a autoridade.

"Reiteramos que o comércio é benéfico para a inovação, crescimento e emprego, e reiteramos que o sistema comercial multilateral é a estrutura com a qual estamos todos trabalhando e comprometidos", disse a autoridade.

Presidente mexicano, Enrique Peña Nieto; o presidente dos EUA, Donald Trump, e o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, fazem uma declaração sobre a assinatura de um novo acordo de livre comércio em Buenos Aires, nesta sexta-feira (30) — Foto: Saul Loeb / AFP

"Mas para os EUA reconhecerem isso, eles tiveram que receber algo em troca, o que era dizer que esse sistema comercial multilateral não funciona mais e não atende os desafios que precisa enfrentar", acrescentou.

As autoridades também disseram que a redação sobre a mudança climática não deve representar um grande avanço, mas "não retrocede", e que o trecho sobre aço foi reduzido ao mínimo para que os líderes possam chegar a um acordo.

Em relação à migração, a redação também seria mantida ao mínimo.

"É desapontador e não vamos esconder nossa decepção. Mas pelo menos nós temos isso", disse a autoridade.

O comunicado ainda precisa do endosso final das nações que integram o bloco.

Presidentes da China, Xi Jinping, e da Rússia, Vladimir Putin, encontram-se durante uma reunião nos bastidores da cúpula do G20 em Buenos Aires, na sexta-feira (30) — Foto: Sputnik / Mikhail Klimentyev / Kremlin via Reuters

Um outro ponto delicado para ser discutido no G20 é a guerra comercial entre Estados Unidos e China.

A relação entre os dois países se deteriorou nos últimos meses. Os Estados Unidos vêm impondo tarifas sobre produtos importados de outros países, especialmente da China. O país asiático, por sua vez, vem anunciando taxas extras sobre produtos norte-americanos em retaliação.

Sobre a cúpula

O G20 reúne os chefes de Estado e de governo das principais economias do mundo. Juntos, os países do grupo representam 90% do PIB mundial, 80% do comércio internacional e dois terços da população mundial.

Entre as autoridades presentes nessa edição do encontro estão o presidente dos EUA, Donald Trump, da França, Emmanuel Macron, a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, e o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Pela primeira vez a cúpula do G20 acontece na América do Sul.

Aumenta a expectativa para acordo entre EUA e China no G-20

G20 var allowInteraction = 1; window.cdaaas.SETTINGS = Object.assign({COMMENTS_ALLOW_INTERACTION: allowInteraction}, window.cdaaas.SETTINGS);

Fonte: G1

TAGS

COMENTÁRIOS

ENCONTRE-NOS:+