A B c D E F G H

IPVA fica em média 3,21% mais barato em 2019 em MT

IPVA fica em média 3,21% mais barato em 2019 em MT
6 
Os valores foram reduzidos devido à queda nos preços de vendas de veículos praticados no varejo

O Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) vai ficar, em média, 3,21% mais barato em 2019 em relação a este ano, informou a Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT).

Os valores foram reduzidos devido à queda nos preços de vendas de veículos praticados no varejo. A tabela com os valores venais foi publicada no Diário Oficial que circula nesta quinta-feira (27).

Os dados foram apurados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que fez a pesquisa com 11,5 mil marcas, modelos e versões diferentes de veículos.

O valor da alíquota varia entre 1% e 4%, dependendo do tipo, marca, modelo e ano de fabricação do veículo.

Entre os veículos com maior valor está o Porsche 911 Turbo S, que custa R$ 1.072.826. O IPVA vai custar R$ 32.184,00.

Uma motocicleta Harley Deividson FL HTKSE AN V, que custa R$ 144.509,00 terá o IPVA de R$ 5.057,00.

Veja a tabela com os valores venais

Como calcular

Primeiro, você deve localizar o modelo e ano do seu veículo na tabela para saber o valor venal. Então, para calcular o valor do imposto é preciso aplicar a alíquota sobre o valor venal, como no exemplo abaixo:

Valor venal do veículo: (exemplo: R$ 20.050)

Alíquota: 3%

Cálculo: 20.050 x 0,03 (R$ 601 é o valor que será cobrado no IPVA)

Em Mato Grosso, a variação média dos preços de referência da base tributável do IPVA, para automóveis, foi de 3,06% a menos do que o aplicado em 2018. Em relação aos ônibus e micro-ônibus a redução foi de 3,72%. Já as camionetas e utilitários tiveram uma redução de 3,23%, os caminhões 5,08% e as motos e similares 3,17%. Para os veículos do tipo motor-casa a redução foi de 3,59%.

Para o cálculo do IPVA 2019 foram consideradas a variação dos preços de mercado dos veículos entre os meses de setembro e outubro de 2017 e setembro e outubro de 2018, e a composição da frota de veículos tributáveis de setembro de 2018.

Com base em dados da Secretaria de Fazenda, até setembro de 2018 a frota tributável no estado era constituída de 2.156.883 veículos, dos quais 1.543.587 foram tributados pelo IPVA 2019.

O imposto é responsável pela segunda maior arrecadação estadual. Do total arrecadado, 50% são destinados ao Estado e 50% aos municípios onde estiver licenciado o veículo. O recurso é aplicado de acordo com as prioridades estabelecidas no orçamento do Estado e das prefeituras.

Pagamento

Para efetuar o pagamento do IPVA 2019, basta o contribuinte se dirigir a uma agência bancária credenciada, com o número do Registro Nacional de Veículo Automotor (Renavam) e efetuar o recolhimento no guichê de caixa, nos terminais de autoatendimento, pela internet ou débito agendado ou outros canais oferecidos pela instituição bancária.

O pagamento do IPVA pode ser feito em cota única com descontos de 5% ou 3%. Os abatimentos são concedidos conforme a data em que for efetuado o recolhimento do imposto. No mês de janeiro, por exemplo, os pagamentos realizados até o dia 10 terão desconto de 5%, já aqueles que pagarem entre os dias 11 e 21 a redução no valor será de 3%. No período de 22 a 31, o IPVA deverá ser quitado sem desconto e após essa data haverá acréscimo de juros e multas.

É possível ainda parcelar o valor em até três vezes mensais, iguais e sucessivas. Nestes casos, o parcelamento só será permitido se o valor da parcela for superior a uma UPF/MT o que corresponde, atualmente, a R$ 140,59. A UPF/MT é atualizada mensalmente com base nas variações de preços do Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (IGP-DI) do mês anterior.

Ainda em relação aos parcelamentos, é necessário que a primeira cota seja recolhida no mês do vencimento do imposto, conforme o calendário. As demais parcelas deverão ser recolhidas, respectivamente, até o último dia útil dos primeiro e segundo meses consecutivos ao do recolhimento da primeira.

Nos casos de veículos novos, adquiridos em outros estados, as datas de vencimento e os benefícios são os mesmos. A diferença está no prazo para pagamento, que começa a contar a partir da data de emissão da nota fiscal de venda, e na base de cálculo do imposto. Neste caso, é considerado o valor contido no documento fiscal fornecido pelo revendedor e não a tabela Fipe.

Arrecadação

A frota total de veículos em Mato Grosso é de aproximadamente 2 milhões. Destes, 1,5 milhão estão sujeitos ao recolhimento do IPVA. Outros 500 mil veículos não são tributáveis, seja por terem mais de 20 anos de fabricação, seja por serem considerados imunes ou dispensados do pagamento, como taxistas, por exemplo.

A Fazenda prevê arrecadar R$ 665 milhões com o IPVA em 2019.

Os proprietários deverão observar o calendário de vencimento por final de placa (veja abaixo).

Calendário de pagamento do IPVA 2018

Calendário de pagamento do IPVA/2019. — Foto: Sefaz-MT

IPVA var allowInteraction = 1; window.cdaaas.SETTINGS = Object.assign({COMMENTS_ALLOW_INTERACTION: allowInteraction}, window.cdaaas.SETTINGS);

Fonte: G1

TAGS

COMENTÁRIOS

ENCONTRE-NOS:+