A B c D E F G H

Morto em incêndio na Trump Tower era negociante de arte e amigo de Andy Warhol

Morto em incêndio na Trump Tower era negociante de arte e amigo de Andy Warhol
Nenhum comentário.
Todd Brassner morava no edifício desde 1996. Outras quatro pessoas estão feridas.  Janelas danificadas por incêndio são vistas na Trump Tower, em Nova York, no sábado (7) AP Photo/Craig Ruttle O homem morto no incêndio na Trump Tower, em Nova York, neste domingo (8), tinha 67 anos e era negociante de arte. De acordo com a imprensa dos Estados Unidos, Todd Brassner era amigo de Andy Warhol (1928-1987), cineasta e pintor norte-americano do movimento pop art. Brassner é citado no livro "Diários de Andy Warhol", publicado em 1989. Havia sido presenteado, inclusive, com uma gravura de Marilyn Monroe autografada pelo artista. Segundo o site "The Fox News", a vítima do incêndio morava no apartamento no 50º andar da Trump Tower desde 1996. Sua vida sempre foi relacionada à arte: vendia e colecionava obras. Até o fim de 2014, recebia auxílio financeiro da família. No entanto, após esse período, Brassner enfrentou dificuldades para se sustentar. Incêndio no edifício O incêndio começou por volta das 18 horas (19 horas em Brasília). O Departamento de Bombeiros de Nova York (FDNY, na sigla em inglês) divulgou uma foto no Twitter na qual é possível ver chamas saindo de quatro janelas do prédio. O edifício não chegou a ser evacuado. Quatro bombeiros estão feridos. Ainda não foram informadas as causas do incêndio. Antes de se mudarem para a Casa Branca, o presidente dos EUA, Donald Trump, a primeira-dama, Melania, e Barron, filho do casal, moravam na Trump Tower.

O homem morto no incêndio na Trump Tower, em Nova York, neste domingo (8), tinha 67 anos e era negociante de arte. De acordo com a imprensa dos Estados Unidos, Todd Brassner era amigo de Andy Warhol (1928-1987), cineasta e pintor norte-americano do movimento pop art.

Brassner é citado no livro "Diários de Andy Warhol", publicado em 1989. Havia sido presenteado, inclusive, com uma gravura de Marilyn Monroe autografada pelo artista.

Segundo o site "The Fox News", a vítima do incêndio morava no apartamento no 50º andar da Trump Tower desde 1996. Sua vida sempre foi relacionada à arte: vendia e colecionava obras. Até o fim de 2014, recebia auxílio financeiro da família.

No entanto, após esse período, Brassner enfrentou dificuldades para se sustentar.

Incêndio no edifício

O incêndio começou por volta das 18 horas (19 horas em Brasília). O Departamento de Bombeiros de Nova York (FDNY, na sigla em inglês) divulgou uma foto no Twitter na qual é possível ver chamas saindo de quatro janelas do prédio. O edifício não chegou a ser evacuado.

Quatro bombeiros estão feridos. Ainda não foram informadas as causas do incêndio.

Antes de se mudarem para a Casa Branca, o presidente dos EUA, Donald Trump, a primeira-dama, Melania, e Barron, filho do casal, moravam na Trump Tower.



Fonte:G1

TAGS

COMENTÁRIOS(0)

*Obs:Os comentários são de inteira reponsabilidade dos usuários, de acordo com os Termos de Uso.

ENCONTRE-NOS:+