A B c D E F G H

Autor de ataque em cidade alemã que deixou mortos e feridos parece ter problemas mentais, diz ministro

Autor de ataque em cidade alemã que deixou mortos e feridos parece ter problemas mentais, diz ministro
Nenhum comentário.
Homem jogou van contra grupo que estava em frente a restaurante, causando a morte de duas pessoas e deixando ao menos 20 feridos. Mulher coloca uma vela neste domingo no local onde ocorreu o atropelamento que deixou 2 mortos na cidade de Münster Leon Kuegeler/Reuters O homem que avançou com uma van contra um grupo de pessoas sentadas em frente a um restaurante na cidade alemã de Münster no sábado (7) agiu sozinho e parece ter problemas mentais, disse Herbert Reul, ministro do Interior do Norte-Westfália neste domingo (8). As informações são da agência Reuters. O ataque ocorreu do lado de fora do restaurante Grosser Kiepenkerl, um destino popular para turistas na cidade velha da cidade universitária no oeste da Alemanha. Duas pessoas morreram e pelo menos 20 ficaram feridas. O autor do ataque se matou em seguida dentro do veículo com um tiro. "Agora sabemos que era provavelmente um criminoso solitário, um alemão", disse Herbert Reul. "Há muitas indicações de que a pessoa tinha anormalidades (psicológicas). Isso deve ser cuidadosamente investigado", afirmou ele, depois de prestar suas homenagens às vítimas com o ministro do Interior Nacional, Horst Seehofer, e o primeiro-ministro alemão, Armin Laschet. Não houve evidência de qualquer ligação com grupos islâmicos - o suspeito não era um refugiado, disse Reul. O promotor público de Muenster, Elke Adomeit, disse que o agressor, que a mídia alemã nomeou como Jens R., é conhecido da polícia por fazer ameaças, causar danos a propriedades, por uma fuga após causar acidente de trânsito e por ter cometido fraude. No entanto, os processos não tiveram prosseguimento. O chefe de polícia de Münster, Hans-Joachim Kuhlisch, disse que os investigadores haviam revistado quatro apartamentos durante a noite de sábado de propriedade do autor do ataque, que tinha 48 anos. Dois imóveis se localizam em Münster e dois no leste da Alemanha. No entanto, os investigadores não encontraram sinais de motivação política em suas buscas iniciais nos apartamentos e nos vários carros e um contêiner pertencentes ao homem, disse Kuhlisch. Atropelamento na Alemanha ocorreu no sábado (7). Arte/G1 Área de Münster, onde ocorreu o atentado a pedestres Reprodução/Corriere Della Sera

O homem que avançou com uma van contra um grupo de pessoas sentadas em frente a um restaurante na cidade alemã de Münster no sábado (7) agiu sozinho e parece ter problemas mentais, disse Herbert Reul, ministro do Interior do Norte-Westfália neste domingo (8). As informações são da agência Reuters.

O ataque ocorreu do lado de fora do restaurante Grosser Kiepenkerl, um destino popular para turistas na cidade velha da cidade universitária no oeste da Alemanha. Duas pessoas morreram e pelo menos 20 ficaram feridas. O autor do ataque se matou em seguida dentro do veículo com um tiro.

"Agora sabemos que era provavelmente um criminoso solitário, um alemão", disse Herbert Reul.

"Há muitas indicações de que a pessoa tinha anormalidades (psicológicas). Isso deve ser cuidadosamente investigado", afirmou ele, depois de prestar suas homenagens às vítimas com o ministro do Interior Nacional, Horst Seehofer, e o primeiro-ministro alemão, Armin Laschet.

Não houve evidência de qualquer ligação com grupos islâmicos - o suspeito não era um refugiado, disse Reul.

O promotor público de Muenster, Elke Adomeit, disse que o agressor, que a mídia alemã nomeou como Jens R., é conhecido da polícia por fazer ameaças, causar danos a propriedades, por uma fuga após causar acidente de trânsito e por ter cometido fraude. No entanto, os processos não tiveram prosseguimento.

O chefe de polícia de Münster, Hans-Joachim Kuhlisch, disse que os investigadores haviam revistado quatro apartamentos durante a noite de sábado de propriedade do autor do ataque, que tinha 48 anos. Dois imóveis se localizam em Münster e dois no leste da Alemanha.

No entanto, os investigadores não encontraram sinais de motivação política em suas buscas iniciais nos apartamentos e nos vários carros e um contêiner pertencentes ao homem, disse Kuhlisch.

Atropelamento na Alemanha ocorreu no sábado (7). (Foto: Arte/G1)

Área de Münster, onde ocorreu o atentado a pedestres (Foto: Reprodução/Corriere Della Sera)

Alemanha

Fonte:G1

TAGS

COMENTÁRIOS(0)

*Obs:Os comentários são de inteira reponsabilidade dos usuários, de acordo com os Termos de Uso.

ENCONTRE-NOS:+