A B c D E F G H

Santa Catarina registra primeira morte de paciente por coronavírus, diz governador

Santa Catarina registra primeira morte de paciente por coronavírus, diz governador
Homem de 86 anos morreu em São José, na Grande Florianópolis
PUBLICIDADE

*Obs: A matéria continua após a propaganda.

A informação foi divulgada às 23h59 por meio de rede social do governador Carlos Moisés (PSL).

Santa Catarina registrou na noite desta quarta-feira (25), a primeira morte de pessoa infectada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2).

De acordo com o governador, Carlos Moisés (PSL), a vítima é um idoso de 86 anos e morreu em São José, na Grande Florianópolis.

A informação foi divulgada às 23h59 por meio de rede social.

Morte foi divulgada pela rede social do governador Divulgação/ Redes sociais De acordo com a coletiva que ocorreu durante a noite, antes da publicação feita pelo governador, o estado tem 122 casos confirmados e 325 casos suspeitos.

Moisés não informou se o paciente estava sendo monitorado.

No município, onde ocorreu a morte, são cinco casos investigados pelo estado.

"Deus nos abençoe e proteja e console a família 🙏🏼", lamentou o governador por uma rede social.

Outras 59 mortes foram registradas no Brasil, de acordo com as divulgações feitas pelas secretarias estaduais de Saúde, até 21h30, e 2.

555 casos confirmados do novo coronavírus.

O Rio de Janeiro registra oito mortos e São Paulo, 48.

Amazonas, Pernambuco e Rio Grande do Sul registraram mortes pela Covid-19.

Repercussão pronunciamento do presidente Na manhã desta quarta, Moisés afirmou estar "estarrecido" com o pronunciamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, e reforçou que Santa Catarina entra em nova quarentena de mais sete dias determinada por decreto.

O governador novamente pediu que os catarinenses fiquem em casa para frear a contaminação pelo vírus.

Atualmente, há casos de Covid-19 em 28 municípios catarinenses.

As cidades que apareceram pela primeira vez na lista nesta quarta foram São Pedro de Alcântara, Camboriú, Canelinha, Balneário Arroio do Silva e São Ludgero.

O secretário e o governador explicaram que foi mudado o critério em relação às cidades.

Antes, o caso era colocado como do município em que foi feito o diagnóstico.

Agora, é contabilizada a cidade onde o paciente mora.

Por essa razão, Florianópolis, que tinha 20 casos, agora está na lista com 16.

A mudança ocorreu em consideração às prefeituras, que informavam que havia um paciente na cidade, mas ele aparecia na relação da secretaria como sendo de outro município.

Balneário Arroio do Silva – 1 Balneário Camboriú – 7 Blumenau – 9 Braço do Norte - 9 Camboriú - 2 Canelinha - 1 Chapecó - 2 Criciúma - 11 Florianópolis - 16 Gaspar - 1 Gravatal - 3 Içara - 1 Imbituba - 4 Itajaí - 12 Jaguaruna - 2 Jaraguá do Sul - 2 Joinville - 5 Lages - 1 Laguna - 1 Navegantes - 3 Pomerode - 1 Porto Belo - 2 Rancho Queimado - 2 São José - 5 São Ludgero - 1 São Pedro de Alcântara - 1 Tijucas - 1 Tubarão - 8 Outros estados - 5 Outros países - 3 O aumento do número de casos foi de 12% em relação à tabela divulgada na terça (24).

A diferença entre a lista de segunda (23) e terça foi de 26,7%.

Sobre os casos suspeitos, na terça foram divulgados 336.

Na segunda, eram 410.

Coronavírus: infográfico mostra principais formas de transmissão e sintomas da doença Infografia/G1 Initial plugin text Veja mais notícias do estado no G1 SC

Veja também: Aras diz ao STF que normas gerais de isolamento e quarentena cabem ao governo federal

CLIQUE AQUI para ouvir a Rádio Jovem Mix ao vivo.

Fonte: Central de Jornalismo

TAGS

COMENTÁRIOS

ENCONTRE-NOS:+